SEM A CURIOSIDADE QUE ME MOVE,QUE ME INQUIETA,QUE ME INSERE NA BUSCA,NÃO APRENDO NEM ENSINO.
(Paulo Freire)

Videoteca Digital Educacional

Pesquisar este blog


Criado no siteVocê na capa de NOVA ESCOLA.

Image du Blog perolascraps.centerblog.net
Source : perolascraps.centerblog.net sur centerblog.



Celebrai A Cristo, Celebrai

Celebrai a Cristo, Celebrai.
Celebrai a Cristo, Celebrai.
Celebrai a Cristo, Celebrai.
Celebrai a Cristo, Celebrai.
Ressucitou, Ressucitou. Ele vive para sempre.
Ressucitou, Ressucitou. Ele vive para sempre.
E vamos celebrar
Vamos celebrar
Vamos celebrar
Ressucitou o Senhor
Celebrai a Cristo, Celebrai.
Celebrai a Cristo, Celebrai.
Celebrai a Cristo, Celebrai.
Celebrai a Cristo, Celebrai.
Ressucitou, Ressucitou. Ele vive para sempre.
Ressucitou, Ressucitou. Ele vive para sempre.
E vamos celebrar
Vamos celebrar
Vamos celebrar
Ressucitou o Senhor

Porque Ele Vive

Padre Zeca

Composição: Gloria Ghaither/ William J. Gaither

Deus enviou sim Filho amado,
para morrer no meu lugar
Na cruz pagou por meus pecados,
mas o sepulcro vazio está
Porque Ele vive.

Porque ele vive,
eu posso crer no amanhã
Porque ele vive,
temor não há
Mas eu bem sei,
que o meu futuro
Está nas mãos do meu Jesus
Que vivo está

Um dia, eu vou cruzar os rios
e verei então, um céu de luz
E verei que lá, em plena glória,
vitorioso, vive e reina
O Meu Jesus

PÁSCOA

Na torre da igrejinha
O sino já tocou
Dizendo a todo mundo
Jesus Ressuscitou

Alegria,alegria, tudo agora é luz
Aleluia,aleluia, viva o meu Jesus!

Dizendo com alegria
E amor profundo
Jesus é nossa vida
Jesus é luz do mundo.

Alefria, alegria, tudo agora é luz
Aleluia,aleluia, viva o meu Jesus.


O PINTINHO

O pintinho amarelinho
Quebra a casca e sai do ovo
Ele vem contar pra gente
Que Jesus viveu de novo!

A lagarta muito feia
Borboleta ja virou
Ela vem contar pra gente
Que Jesus Ressuscitou!

A semente já morreu
A plantinha já nasceu
Ela vem contar pra gente
Que Jesus já reviveu!

Image du Blog perolascraps.centerblog.net
Source : perolascraps.centerblog.net sur centerblog.

Objetivo: Reconhecer-se como ser único na sociedade em que vive

Image du Blog perolascraps.centerblog.net
Source : perolascraps.centerblog.net sur centerblog.


SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA A PÁSCOA


Image du Blog perolascraps.centerblog.net
Source : perolascraps.centerblog.net sur centerblog.

Sinopse:Alvin (Justin Long), Simon (Matthew Gray Gubler) e Theodore (Jesse McCartney) são astros mundialmente conhecidos. Apesar disto, continuam vivendo com Dave (Jason Lee), que lhes deu abrigo e os levou à Jett Records. Durante um show em Paris, um acidente faz com que Dave se machuque seriamente, tendo que permanecer um longo
período no hospital. Ele pede que sua tia Jackie (Kathryn Joosten) cuide deles neste período, já que os esquilos precisam retornar aos Estados Unidos. Só que a tia também sofre um acidente, o que faz com que o trio fique sob os cuidados de Toby (Zachary Levi), sobrinho dela que é aficcionado por videogame. Toby é o responsável por levar os esquilos até a escola, uma experiência nova para eles. Lá eles enfrentam dificuldades de ambientação, até que as habilidades em segurar a bola fazem com que Alvin se aproxime dos garotos mais populares. Isto gera um racha entre os irmãos, já que Simon e Theodore não suportam os novos amigos de Alvin. Paralelamente, Ian
(David Cross), o antigo empresário dos esquilos, encontra uma nova chance de voltar ao sucesso com as Esquiletes, um grupo feminino formado por Britney (Christina Applegate), Jeanette (Anna Faris) e Eleanor (Amy Poehler).

Gênero: Animação
Ano de Lançamento: 2010
Qualidade: R5 – Video – 9 – Som 7
Formato: RMVB
Idioma: Português
Tamanho: 297 Mb
Duração: 88min

Image du Blog perolascraps.centerblog.net
Source : perolascraps.centerblog.net sur centerblog.

DANÇA DE RUA

 

Posted by Picasa

video

SUGESTÕES DE ATIVIDADES























PEDRO E SEU MACHADO


Pedro, um lenhador, após um grande trabalho em uma área de desmatamento, se viu desempregado. Após tanto tempo cortando árvores, entrou no corte!
A madeireira precisou reduzir custos...
Saiu, então, à procura de nova oportunidade de trabalho. Seu tipo físico, porém, muito franzino, fugia completamente do biótipo de um lenhador.
Além disso, o machado que carregava era desproporcional ao seu tamanho.
Aqueles que conheciam Pedro, entretanto, julgavam-no um ótimo profissional.
Em suas andanças, Pedro chegou a uma área reflorestada que estava começando a ser desmatada. Apresentou-se ao capataz da madeireira como um lenhador experiente.
E ele o era! O capataz, após um breve olhar ao tipo miúdo do Pedro e, com aquele semblante de selecionador implacável, foi dizendo que precisava de pessoas capazes de derrubar grandes árvores, e não de "catadores de gravetos".
Pedro, necessitando do emprego, insistiu. Pediu que lhe fosse dada uma oportunidade para demonstrar sua capacidade. Afinal, ele era um profissional experiente!
Com relutância, o capataz resolveu levar Pedro à área de desmatamento.
E só fez isso pensando que Pedro fosse servir de chacota aos demais lenhadores. Afinal, ele era um fracote...
Sob os olhares dos demais lenhadores, Pedro se postou frente a uma árvore de grande porte e, com o grito de "madeira", deu uma machadada tão violenta que a árvore caiu logo no primeiro golpe.
Todos ficaram atônitos! Como era possível tão grande habilidade e que força descomunal era essa, que conseguira derrubar aquela grande árvore numa só machadada?
Logicamente, Pedro foi admitido na madeireira.
Seu trabalho era elogiado por todos, principalmente pelo patrão, que via em Pedro uma fonte adicional de receita.
O tempo foi passando e, gradativamente, Pedro foi reduzindo a quantidade de árvores que derrubava. O fato era incompreensível, uma vez que Pedro estava se esforçando cada vez mais. Um dia, Pedro se nivelou aos demais.
Dias depois, encontrava-se entre os lenhadores que menos produziam...
O capataz que, apesar da sua rudeza, era um homem vivido, chamou Pedro e o questionou sobre o que estava ocorrendo. "Não sei", respondeu Pedro, "nunca me esforcei tanto e, apesar disso, minha produção está decaindo".
O capataz pediu, então, que Pedro lhe mostrasse o seu machado.
Quando o recebeu, notando que ele estava cheio de "dentes" e sem o "fio de corte", perguntou ao Pedro: "Por que você não afiou o machado?".
Pedro, surpreso, respondeu que estava trabalhando muito e por isso não tinha tido tempo de afiar a sua ferramenta de trabalho. O capataz ordenou que Pedro ficasse no acampamento e amolasse seu machado. Só depois disso ele poderia voltar ao trabalho. Pedro fez o que lhe foi mandado.
Quando retornou à floresta, percebeu que tinha voltado à forma antiga:
conseguia derrubar as árvores com uma só machadada.
A lição que Pedro recebeu cai como uma luva sobre muitos de nós - preocupados em executar nosso trabalho ou, pior ainda, julgando que já sabemos tudo o que é preciso, deixamos de "amolar o nosso machado", ou seja, deixamos de atualizar nossos conhecimentos. Sem saber por que, vamos perdendo posições em nossas empresas ou nos deixando superar pelos outros.
Em outras palavras, perdemos a nossa potencialidade.
Muitos avaliam a experiência que possuem pelos anos em que se dedicam àquilo que fazem. Se isso fosse verdade, aquele funcionário que aprendeu, em 15 minutos, a carimbar os documentos que lhe chegam às mãos, depois de 10 anos na mesma atividade poderia dizer que tem 10 anos de experiência. Na realidade, tem 15 minutos de experiência repetida durante muitos anos.
A experiência não é a repetição monótona do mesmo trabalho, e sim a busca incessante de novas soluções, tendo coragem de correr riscos que possam surgir.
É "perder tempo" para afiar o nosso machado.

Autor Desconhecido

ATIVIDADES PARA O DIA DO CIRCO



Gestão do Tempo

Um consultor, especialista em gestão do tempo, quis surpreender a Assistência numa conferência. Tirou debaixo da mesa um frasco grande de boca larga.

Colocou-o em cima da mesa, junto a uma bandeja com Pedras do tamanho de um punho, e perguntou:

-"Quantas pedras pensam que cabem neste frasco?"

Depois dos presentes fazerem suas conjecturas, começou a meter pedras até Que encheu o frasco. E aí perguntou:

-"Está cheio?"

Todos olharam para o frasco e assentiram que sim. Então ele tirou debaixo da mesa um saco com gravilha (pedrinhas pequenas, menores que a "brita").

Colocou parte da gravilha dentro do frasco e agitou-o.

As pedrinhas penetraram pelos espaços deixados pelas pedras grandes.

O consultor sorriu com ironia e repetiu:

-"Está cheio?"

Desta vez os ouvintes duvidaram:

-"Talvez não.", responderam.

- "Muito bem!", disse ele, e pousou na mesa um saco com areia que começou a despejar no frasco. A areia infiltrava-se nos pequenos buracos, deixados pelas pedras e pela gravilha.

-"Está cheio?", perguntou de novo.

-"Não!", exclamaram os presentes. Então o consultor pegou uma jarra com água e começou a derramar para dentro do frasco. O frasco absorvia a água sem transbordar.

-"Bom, o que acabamos de demonstrar?", perguntou.

Um ouvinte, mais afoito, arriscou:

-"Que não importa o quão cheia está a nossa agenda; se quisermos, sempre conseguimos fazer com que caibam mais compromissos."

-"Não!", concluiu o especialista, "o que esta lição nos ensina é que se não colocarem as pedras grandes primeiro, nunca poderão colocá-las depois...

E quais são as grandes pedras nas nossas vidas? A pessoa amada, nossos filhos, os amigos, os nossos sonhos e desejos, a nossa saúde.

Lembrem-se: ponham-nos sempre primeiro. O resto encontrará o seu lugar!"

Autor Desconhecido

O pequeno bombeiro

A mãe, de apenas 26 anos, parou ao lado
do leito de seu filhinho de 6 anos, que
estava morrendo de leucemia...

Embora o seu coração estivesse cheio de
tristeza e angústia, ela também tinha um
forte sentimento de determinação.

Como toda mãe, ela gostaria que seu filho
crescesse e realizasse os seus sonhos,
mas isso não seria possível, pois sua
doença estava em fase terminal.

Mesmo assim, ela ainda queria que o sonho
de seu filhinho se transformasse realidade.
Ela segurou sua mão e lhe perguntou:

Billy, alguma vez você pensou o que
gostaria de ser quando crescer?

Mamãe, eu quero ser um bombeiro.

A mãe deu um belo sorriso, e lhe disse:
Vamos ver se podemos transformar
seu sonho em realidade!

Mais tarde, naquele mesmo dia, ela foi ao
corpo de bombeiros onde se encontrou
com um homem de coração enorme,
seu nome era Bob.

Ela explicou a situação de seu filho, contou
sobre o seu último desejo e perguntou se
poderiam dar uma volta pelo quarteirão
no carro dos bombeiros.

E Bob respondeu:
NÓS PODEMOS FAZER MAIS QUE ISSO!

Se você estiver com seu filho pronto às
7:00hrs, na próxima quarta-feira, nós o
faremos um bombeiro honorário
por todo o dia!

Ele poderá vir para o quartel, comer
conosco e sair para atender as
chamadas de incêndio.

E se você nos der as medidas dele mandaremos
confeccionar um uniforme para ele, com chapéu,
emblema do batalhão, casaco amarelo igual
ao que vestimos e botas também.

Três dias depois Bob pegou o garoto, vestiu-o
em seu uniforme de bombeiro e escoltou-o
do leito do hospital até o caminhão
dos bombeiros.

Billy ficou sentado na parte de trás e foi levado
até o quartel central. Ele estava no céu!

Ocorreram 3 chamados naquele dia e Billy
acompanhou todos. Em cada chamada,
ele foi em veículos diferentes:

No caminhão tanque, na van dos paramédicos
e até no carro especial do chefe do corpo
de bombeiros. Ele também foi filmado
por um programa da TV local.

Tendo seu sonho realizado, todo Amor e Atenção
dedicado a ele acabou tocando-o, de uma forma
tão profunda que ele viveu 3 meses mais que
todos os médicos haviam previsto.

Até que numa noite, todas as suas funções vitais
começaram a cair drasticamente e a enfermeira,
por acreditar no conceito de que ninguém deve
morrer sozinho, passou a chamar toda a
família do garoto para o hospital.

Ela lembrou do dia em que Billy tinha passado
com os bombeiros, então ligou para o chefe
e perguntou se ele poderia enviar algum
bombeiro para ficar, pela última vez,
ao lado do garoto.

O chefe dos bombeiros respondeu:
NÓS PODEMOS FAZER MAIS QUE ISSO!

Estaremos aí em 5 minutos e faça-me um favor:
Quando você ouvir as sirenes e ver as luzes dos
nossos carros, avise no sistema de som que
não se trata de nenhum incêndio...

É apenas o corpo de bombeiros vindo visitar mais
uma vez, um de seus mais distintos integrantes!
E por favor, deixe a janela do quarto dele
aberta, não esqueça disso, ok?

Cinco minutos depois, uma van e um caminhão
com escada Magirus chegaram ao hospital.

Estenderam a escada até o andar onde Billy
estava e 16 bombeiros começaram a subir
pela escada até o quarto do garoto.

Com a permissão da mãe, eles seguraram o
menino, deram um abraço e lhe disseram
o quanto o Amavam, o quanto ele era
Importante para eles!

Com um sopro final, Billy perguntou ao chefe:
Chefe, eu sou mesmo um bombeiro?

Billy, você é um dos melhores!

Com estas palavras, Billy sorriu e fechou
seus olhinhos, pela última vez...



Reflita se os seus atos estão sendo em favor
ao próximo. Diante de um pedido, não tenha
vergonha de dizer, de coração aberto:

EU POSSO FAZER MAIS QUE ISSO!



[b]Recados para Orkut - Clique Aqui! http://www.orkut-recados.com/katrix/[/b]